quinta-feira, novembro 22, 2007

International Magazine: edição de outubro/2007


Esses são os destaques da edição de outubro do jornal IM - INTERNATIONAL MAGAZINE, cuja chegada às bancas - que sempre ocorre ao final de cada mês - teve um pequeno atraso dessa vez:

  • entrevista com Pitty, falando sobre o seu novo DVD, (Des)Concerto. Por Elias Nogueira e Rodrigo Sabatinelli;
  • tudo sobre Echoes, Silence, Patience & Grace, o recém-lançado álbum do Foo Fighters. Por Marcelo Fróes;
  • All The Lost Souls, o aguardado segundo disco de James Blunt. Por J.M. Santiago;
  • entrevista exclusiva com Luiz Paulo Simas, ex-integrante do lendário grupo Vímana. Por Elias Nogueira e Marcelo Fróes.

E artigos meus sobre:

  • o CD Multishow: Cê ao Vivo, de Caetano Veloso:
(...) Como quase sempre acontece em se tratando de Caetano Veloso, seu mais recente disco,, foi um trabalho polêmico. Apesar do consenso de que dificilmente um artista contemporâneo de Caê desejaria - ou, principalmente, conseguiria - realizar um álbum tão arrojado, as opiniões (sempre superlativas) sobre a bolacha se dividiram: houve quem adorasse o disco; e também quem reagisse de forma contrária. Esse humilde escriba que vos tecla está incluído no segundo grupo.

A despeito de ter seus (poucos) bons momentos, como “Minhas Lágrimas”, as composições - o calcanhar-de-Aquiles do trabalho - alternaram, de um modo geral, auto-indulgência (“Musa Híbrida”) e tola provocação (“Homem” e “Porque?”).

Entretanto, iniciou-se a temporada de shows, e a apresentação realizada precisamente no dia nos Namorados desse ano na Fundição Progresso foi a escolhida para ser registrada em CD (17 faixas) e DVD (a ser editado agora em outubro, trazendo a íntegra do espetáculo), sob o título Multishow: Cê Ao Vivo. E a verdade é uma só: a exemplo de Estrangeiro e Circuladô, Caetano prossegue a sua tradição de shows memoráveis. (...)

  • o CD Matizes, de Djavan:
“(...) Djavan acaba de lançar disco novo: Matizes, que - a exemplo dos anteriores Na Pista, Etc (2005) e Vaidade (2004) - está sendo editado pelo selo próprio Luanda Music. Com sua bonita capa multicolorida, é o décimo oitavo trabalho do artista alagoano.

Depois de brincar de beeps e tóins em seu último CD, o supracitado projeto especial Na Pista, Etc. - no qual alguns de seus sucessos foram regravados com um pulso dançante - o músico, dessa vez, optou por compor (solitariamente) e gravar uma dúzia de canções - não muito inspiradas - que soam exatamente como... Djavan. O que acaba deixando o álbum com um inegável sabor de déjà vu. (...)



Leia a íntegra dessas matérias - e muito mais - no IM - INTERNATIONAL MAGAZINE desse mês. Já nas bancas.

2 comentários:

CresceNet disse...

Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. If is possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll, I thank. Good bye friend.

Tom Neto disse...

Saco...